O dinheiro que uma pessoa tem disponível no saldo do FGTS pode ser usado para dar a entrada em um financiamento habitacional pela caixa para compra de uma casa, apartamento outro imóvel qualquer?

Esta é uma dúvida que acredito que muitas pessoas devem ter sobre a possibilidade ou não de usar o FGTS no financiamento habitacional para compra da casa própria e se o saldo do FGTS pode ser usado para dar entrada no financiamento já que a caixa e outros bancos não financiam 100% do valor do imóvel. Infelizmente a resposta a essa pergunta e não, ou seja, o saldo do FGTS pode ser usado sim para abater o valor do financiamento, mas não como entrada na compra do imóvel.

Quando é possível usar?

Primeiro é preciso considerar que existem algumas linhas de crédito para compra de imóveis em que o FGTS não pode ser usado como é o caso de compra de terreno. Normalmente ele pode ser usado naquelas linhas de crédito para compra de casa ou apartamento residencial.

Desta forma é preciso considerar que em vários casos não é possível usá-lo de forma alguma.

FGTS e Entrada

O segundo ponto é sobre o valor da entrada que você precisar dar na compra de um imóvel. Este valor geralmente é negociado direto com vendedor e deve ser feito diretamente com ele e com recursos próprios que pode ser um automóvel ou outro bem, não necessitando ser em moeda corrente.

Quando você solicitar o financiamento na Caixa eles já consideram que você pagou a entrada e vai ser feito o financiamento apenas do valor restante que pode chegar a 90% do valor do imóvel. É em cima desses 90% que você vai financiar é que pode ser usado o dinheiro do FGTS para abater esse valor, ou seja, após você ter dado entrada para o vendedor você pode usar o FGTS para diminuir o valor que irá financiar com a Caixa.

Como pagar a entrada?

Sabendo que você não poderá usar o FGTS, algumas alternativas podem ser consideradas para dar como entrada na compra de uma casa ou apartamento e assim por financiar o restante:

  • Automóvel. Muitas pessoas usam o automóvel que tem para servir de entrada na compra de um imóvel. É uma boa alternativa e geralmente bem aceita.
  • Outro imóvel. Caso você tenha um terreno ou uma casa de menor valor, este imóvel também poderá ser considerado nesta hora.
  • “FGTS próprio”. Você também poderá criar o seu próprio fundo de garantia, ou seja, poderá fazer uma poupança e guardar mensalmente um valor que será acumulado para ser usado de entrada na compra da sua casa.
  • Empréstimo. Por fim e não havendo outras alternativas, você poderá recorrer a um empréstimo para ter como fazer a entrada. Esta opção é a pior delas e só deve ser usada em último caso.

Amortização da dívida

Outra informação importante é que mesmo usando o fundo de garantia na compra do imóvel, você poderá continuar a usá-lo, salvo engano, a cada 2 anos para amortizar parte da dívida do financiamento com a Caixa. Então, enquanto durar o financiamento ele poderá ser usado periodicamente para ajudar a pagar o financiamento que você contraiu para a compra da casa própria.

Fonte: financiamentoeconstrucao

Comentários

Deixe sua mensagem sobre essas informações

Categorias: Financiamento